terça-feira, 5 de setembro de 2017

Disciplina "TIC" será obrigatória na educação básica em Portugal a partir de 2018

As tecnologias e suas linguagens de programação estão presentes em nossas vidas cada vez mais. Visando isso, a Direção Geral de Educação (DGE) de Portugal tornará obrigatório a partir do ano que vem, o ensino de programação e robótica na educação básica.

Será através da disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) que a DGE vai criar o acesso a estes novos conteúdos programáticos. Nesta disciplina os alunos vão aprender as noções de código, algoritmia e programação. Esta mudança no programa será inserida no âmbito do Programa de Autonomia e Flexibilidade Curricular.

A iniciativa “Programação e Robótica no Ensino Básico”, do Ministério da Educação de Portugal conta com apoio de universidades e institutos locais e decorre do projeto-piloto “Iniciação à Programação no 1º Ciclo do Ensino Básico“, que se iniciou em 2015 e envolveu mais de 70 000 alunos.

As inscrições para este projeto de robótica encerra-se próximo dia 15, e já conta com mais de 625 escolas cadastradas.
Esta iniciativa do Ministério da Educação pretende dotar o ensino com temáticas mais focadas nos empregos do futuro, modernizando desta forma os métodos de trabalho e permitirá que os alunos adquiram as competências necessárias para compreender, dominar e criar conteúdos relacionados com a programação, algoritmia e informática.


sexta-feira, 25 de agosto de 2017

IFRS abre inscrições para 16 cursos EaD

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) está com inscrições abertas para 16 cursos na modalidade EaD. Os cursos têm carga horária de 2 até 150 horas, com emissão de certificado ao final (ótima oportunidade para graduandos que necessitam de horas complementares!). As inscrições ficam abertas até dezembro de 2017. São eles:
  • Tecnologias de informação e comunicação (TICs) em espaços escolares (20h);
  • Introdução à leitura e interpretação de projetos arquitetônicos (30h);
  • Português como língua adicional – parte 1 (30h);
  • Português como língua adicional – parte 2 (30h);
  • Conhecendo o IFRS (2h);
  • Lógica de Programação 1 – Começando a desenvolver seus primeiros programas (20h);
  • Lógica de Programação 2 – Deixando seus programas espertos (20h);
  • Lógica de Programação 3 (20h);
  • HTML 1 – Introdução ao desenvolvimento de páginas web (20h);
  • HTML 2 – Tabelas e formulários (20h);
  • CSS – Folhas de estilo (30h);
  • JavaScript (30h);
  • Professor para Educação a Distância (150h);
  • Criação de Videoaulas (40h);
  • Inglês 1 (30h);
  • Como usar o Laboratório de Informática nas aulas? Ensino Infantil e Fundamental – Anos Iniciais (20h).

As inscrições são realizadas pelo site de Ead do IFRS.

domingo, 6 de agosto de 2017

DOWNLOAD: Apostila Proposições Lógicas

Segundo FILHO (2002) “proposição é todo conjunto de palavras ou símbolos que exprimem um pensamento de sentido completo. [...] Elas afirmam fatos ou exprimem juízos que formamos a respeito de determinados entes.”. As proposições podem assumir valores de “V” (verdadeiro) ou “F” (falso).

É um conteúdo muito comum em concursos públicos, que cai na área de matemática lógica. Este material preparado pela InfoHouse mostra de forma simples e clara os conceitos de proposições, operações, conectivos e tabela verdade. Ainda vem com exercícios e questões de concursos.

Baixe a apostila AQUI (Sem custos).

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CRF/RS: Concurso com inscrições abertas

Foi publicado edital de abertura para concurso do Conselho Regional de Farmácia do RS. Com vagas para níveis fundamental, médio e superior, as fases ocorrerão nas cidades gaúchas de Caxias do Sul, Lajeado, Passo Fundo, Pelotas, Porto Alegre, Santa Maria,Santo Ângelo e Uruguaiana.

A banca escolhida para este concurso foi o Instituto Quadrix.

Sobre os cargos do concurso (salário entre parênteses):
Fundamental: Auxiliar de limpeza (R$ 1.278,42) e copeira (R$ 1.278,42).
Médio: Agente administrativo (R$1.896,31), agente contábil (R$ 2.167,97), agente de manutenção R$ 1.487,78), agente de teleatendimento (R$ 1.426,83), assistente jurídico (R$ 2.304,00) e técnico em informática (R$ 2.167,97).
Superior: Advogado (R$ 4.616,82), assistente de RH (R$ 3.120,23), bibliotecário (R$ 3.852,35), contador (R$ 3.852,35), farmacêutico (R$ 5.221,55), jornalista (R$ 2.889,26) e programador (R$ 4.221,39).

O prazo de inscrição vai até 5 de setembro de 2017, com preços de R$ 40,00 para cargos de nível fundamental; R$ 58,00 para cargos de nível médio; R$ 75,00 para cargos de nível superior.

A informática básica será cobrada em todos os cargos de nível médio. Tendo como conteúdo programático:
  • Conceitos básicos e modos de utilização de tecnologias, tipos de computadores, conceitos de hardware e de software, instalação de periféricos.
  • Editores de textos, planilhas e apresentações do ambiente Microsoft Office
  • Sistema operacional Windows 7, 8 e 10;
  • Redes de computadores: conceitos básicos, ferramentas, aplicativos e procedimentos de Internet e intranet;
  • Navegadores Mozilla Firefox e Google Chrome;
  • E-mail: MS Outlook;
  • Sites de busca e pesquisas;
  • Conceitos de organização e de gerenciamento de informações, arquivos, pastas e programas;
  • Procedimentos de segurança da informação;
  • Noções de vírus, worms e pragas virtuais;
  • Antivírus, firewall, antispyware etc;
  • Procedimentos de backup.
Em breve estará disponível aqui no blog material didático para preparação com estes conteúdos. Aguarde...

Por fim, você pode conferir o edital e realizar sua inscrição aqui.

Concurso para Polícia Civil RS

Está autorizado o edital para o concurso da Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul. Em cerimônia no dia 4 de julho, o governador do estado, José Ivo Sartori, anunciou que novos servidores ingressarão na Academia de Polícia Civil (Acadepol) até o fim do ano. Está previsto 1200 vagas para Agente da Polícia Civil, sendo estas dividias entre Inspetores e Escrivães, além de 100 vagas para delegados.

Na oportunidade, o governador enfatizou que o trabalho em segurança "deve ser permanente, prioritário e integrado. O crime não dá trégua. Nem sociedade, nem os governos podem descansar".

O salário para os Agentes vão de 4.587,13 até R$ 13.385,53; para delegado o salário é de R$ 17.658,41, podendo chegar a R$ 25.127,40.

Os cargos de Agentes exigem nível superior em qualquer área reconhecida pelo MEC, Carteira Nacional  de Habilitação categoria "B". Além disso, o aprovado deve ter no mínimo 18 anos, conduta moral, ética, social e profissional compatível com a função.

Para delegado, a Polícia exige os mesmos requisitos dos Agentes, com um diferencial: formação superior na área do Direito.