sexta-feira, 15 de janeiro de 2021

Governo do RS anuncia plano de reposições de servidores: 3.429 vagas

 A necessidade de garantir instrumentos voltados à renovação dos quadros levou o governo do Estado a elaborar um planejamento de longo prazo para repor servidores civis relacionados aos serviços essenciais e às áreas meio. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite e secretários estaduais em transmissão ao vivo na tarde desta quinta-feira (14/1).

Conforme anunciou Leite,serão autorizadas 3.429 vagas em concursos públicos e 259 nomeações em frentes fundamentais para a administração pública que não podem sofrer interrupção.

Confira:

SECRETARIA DA SAÚDE: 948 vagas
Concurso para 948 cargos, sendo 750 especialistas em saúde e 198 técnicos em saúde. Os quadros são necessários para ações e serviços executados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), organizadas de forma regionalizada e hierarquizada pela Secretaria da Saúde (SES), que tem papel fundamental para o completo funcionamento da rede.

O último concurso realizado pela SES foi em 2014, sendo que a última chamada ocorreu em 2018. Nos últimos cinco anos, a SES teve 774 cargos vacantes, decorrentes de aposentadorias, falecimentos e exonerações.

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO: 1,5 mil vagas
Está sendo autorizado concurso para 1.500 professores. Há elevado número de aposentadorias, com 3.463 publicadas em 2019 e 559 publicadas em 2020. Outras 2 mil aguardam análise e publicação, sendo necessária a substituição do quadro para o atendimento às 2.384 unidades escolares.

O último concurso para professores foi em 2013, tendo sido nomeados até 2017 um total de 9.469. Na Educação, há cerca de 19.980 professores em contrato temporário.

PROCURADORIA-GERAL DO ESTADO (PGE): 19 vagas
São 19 vagas para procurador do Estado, 59 analistas e 31 técnicos administrativos e em informática. A PGE responde por 1.040.086 de processos ativos, conforme relatório do Controle de Processos Judiciais (CPJ) de dezembro de 2019, que dependem do apoio dos servidores nas áreas administrativa, técnica e de assessoria aos procuradores do Estado, para que possam ser acompanhados adequadamente.

As atribuições institucionais da advocacia de Estado não se resumem ao exercício da representação judicial do Estado, suas autarquias e fundações de direito público. A consultoria jurídica à administração pública e o desenvolvimento da advocacia preventiva tendem a evitar demandas judiciais e contribuir para o aprimoramento institucional da administração pública.

Atualmente, todas as secretarias contam com a presença de um agente setorial. A carreira de procurador do Estado tem 348 cargos, dos quais 329 estão providos. Há 19 cargos vagos, reflexo de exonerações, mas principalmente, aposentadorias nos últimos dois anos. A última entrada de servidores ocorreu em 2018.

FUNDAÇÃO ORQUESTRA SINFÔNICA DE PORTO ALEGRE (FOSPA): 16 vagas
São 16 vagas para músicos (solista, assistente e fila). O corpo orquestral apresenta defasagem, demandando contratação de músicos extras e gastos. O último concurso foi realizado em 2014 e a ultima nomeação foi em 2018.

INSTITUTO DE PREVIDÊNCIA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL (IPE PREV): 72 vagas
Concurso para 72 vagas, sendo 34 analistas em previdência, 34 assistentes em previdência e 4 peritos e auditores médicos. Essa medida dará sequência aos projetos de reestruturação do instituto, inclusive a Lei 15.472/2020 e permitirá a substituição de contratos temporários. O IPE Prev teve o último ingresso de servidores em 2017, na época conjuntamente com o IPE Saúde.

INSTITUTO DE ASSISTÊNCIA DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO RIO GRANDE DO SUL (IPE SAÚDE): 98 vagas
Concurso para 98 vagas, sendo 51 analistas de gestão em saúde e 47 técnicos de gestão em saúde. Essa medida dará sequência aos projetos de reestruturação do instituto, inclusive a Lei 15.472/2020.

CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DO RIO GRANDE DO SUL (CEASA): 10 vagas
Concurso para 10 vagas, sendo 8 analistas e 2 agentes técnicos, visando suprir a carência de pessoal próprio e considerando a elevada idade média do quadro atual.

SECRETARIA DE PLANEJAMENTO, GOVERNANÇA E GESTÃO (SPGG): 676 vagas
Como o último concurso não teve número suficiente de aprovados, o plano de longo prazo prevê também concurso para reposição futura da carreira de analistas de planejamento, orçamento e gestão para reverter a situação de apenas 39% de provimento de cargos, sendo estimadas 53 vagas.

Além disso, são previstas 623 vagas para analistas de projetos e políticas públicas do Estado (carreira transversal), sem reposições desde 2018. Essas 623 vagas estão distribuídas em 23 tipos de analistas, discriminados abaixo:

Analistas de projetos e políticas públicas do Estado (carreira transversal)
Analista administrador - 40 vagas
Analista arquivista - 12
Analista jurídico - 60
Analista de gestão pública - 34
Analista contador - 26
Analista economista - 30
Analista assistente social - 38
Analista bibliotecário - 26
Analista estatístico - 10
Jornalista - 22
Psicólogo - 34
Analista arquiteto - 89
Analista engenheiro - 64
Analista de sistemas - 12
Analista biólogo - 1
Analista geógrafo - 3
Analista ambiental - 8
Analista agropecuário florestal - 32
Médico - 30
Médico de perícia e análise - 15
Analista em assuntos culturais - 25
Analista em educação - 6
Historiógrafo - 6
TOTAL: 623

FONTE: rs.gov.br

quarta-feira, 6 de janeiro de 2021

Microsoft investe em trazer pessoas de volta à vida com chatbots

A Microsoft apresentou uma patente que levanta a possibilidade de reencarnar pessoas digitalmente através de chatbots.

Utilizando dados sociais, como por exemplo, imagens, dados de foz, postagens em redes sociais, mensagens e cartas, o sistema é capaz de "ressuscitar" uma pessoa específica.

“Os dados sociais podem ser usados para criar ou modificar indicadores especiais na temática de uma especificidade da personalidade da pessoa”, afirma a patente. “O indicador especial pode ser usado para treinar o chatbot para que ele converta e interaja com a personalidade de uma determinada pessoa.”.

A patente segue afirmando que o chatbot pode até soar como uma pessoa real e que “modelos 2D/3D de uma pessoa específica podem ser gerados com a utilização de imagens simples, informação em profundidade e dados de vídeo associados a essa pessoa.”.

A Microsoft segue na sua patente que o chatbot pode ser criado a partir de uma pessoa viva ou morta, sendo inclusive baseada em primeira pessoa. Ou seja, a pessoa que utilizar o sistema pode criar um chatbot com sua própria personalidade.

“A pessoa específica (representada pelo chatbot) pode corresponder a uma personalidade do passado ou presente (ou uma versão disso), como um amigo, um parente, um conhecido, uma celebridade, um personagem fictício, uma figura histórica ou qualquer outra pessoa. [...] “a pessoa específica também pode corresponder a si mesma (o usuário que cria ou treina o chatbot), criando a possibilidade de que pessoas treinem a versão digital de si mesmas antes de morrerem.”

Black Mirror (TEM SPOILERS!)
Isso parece até coisa de TV, não é mesmo?

O episódio "Be Right Back" (S02 E01) conta a história de um jovem casal, subitamente interrompida por um acidente de carro que vitimou fatalmente o marido.

Durante o velório, uma amiga da viúva conta de um serviço onde é possível conversar com pessoas falecidas. Não se trata de nada espiritual, mas sim de um sistema semelhante ao da Microsoft: o usuário faz o envio de dados do falecido ao sistema, e ele cria um bot para interagir com o contratante.

E o episódio evolui: mais adiante, a personagem recebe um modelo realista de seu falecido.

Black Mirror é uma série original Netflix e está disponível na plataforma! 

domingo, 1 de novembro de 2020

Em carta aberta, astrofísico Neil deGrasse Tyson exalta ciência brasileira

 
"Vocês tem os recursos e o legado para liderar toda a América Latina, se não o mundo, no que um país do futuro deveria ser — no que um país do futuro deveria aspirar a ser", diz o astrofísico Neil deGrasse Tyson sobre o Brasil em uma carta aberta publicada em seu site na sexta (31). 
 
Exaltando o potencial da ciência brasileira, Tyson questiona o porquê de o conhecimento brasileiro não receber o devido destaque. Citando que o Brasil é berço de Santos-Dumont, que inventou o avião; do primeiro astronauta sul-americano a ir ao espaço, que é o atual ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes; da produtora de aeronaves Embraer e de um setor de agricultura repleto de tecnologia, o astrofísico pergunta por que o país não alardeia pelo mundo a "tecnologia brasileira".

Relembrando os níveis baixos da educação brasileira, o cientista sugere que, se o Brasil apoiar suas indústria de ciência, tecnologia, engenharia e matemática, "os sonhos dos alunos em toda a cadeia educacional não terão limites".

No início da carta, Tyson afirma que nunca teve a oportunidade de vistar o Brasil, mas que tem pensado com bastante frequência sobre o país.

O texto foi escrito originalmente em 10 de setembro e publicado no site do Planetário Hayden, instituição pública norte-americana dirigida pelo astrofísico, mas viralizou no Twitter após Tyson publicar o texto na rede.

Pelo Twitter, o ministro Pontes respondeu dizendo que "amou" a carta de Tyson. Em vídeo, ele convidou o cientista para conversar e ajudar a promover a ciência no Brasil.

 

FONTE: CNN Brasil

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Microsoft retira Data center do mar após dois anos

Dois anos depois de colocar um data center no fundo do mar, pesquisadores da Microsoft retiraram o equipamento da água para uma avaliação e concluíram que é possível, sim, manter os servidores submersos na água por longos períodos de uma forma segura e eficiente.

O trabalho faz parte do Projeto Natick, um programa de pesquisa iniciado em 2014 pela empresa. A hipótese dos pesquisadores é a de que, debaixo da água, os computadores podem funcionar de uma forma mais eficiente, porque ficam menos sujeitos a falhas e consomem menos energia.

Na superfície terrestre, os circuitos ficam expostos a uma série de variações no ambiente que causam defeitos com o tempo – como a mudança da temperatura, a corrosão causada pelo oxigênio e a umidade, o contato com as partículas do ar e até mesmo eventuais batidas ou esbarrões por parte dos técnicos que trabalham com as máquinas. É algo que, obviamente, não ocorre com um data center submarino.

Para testar a hipótese, os pesquisadores desenvolveram um data center com 864 servidores dentro de uma cápsula submarina do tamanho de um container. Durante dois anos, os pesquisadores monitoraram o seu funcionamento debaixo da água, a uma profundidade de 35 metros, na região das Ilhas Orkney, no norte da Escócia.


terça-feira, 1 de setembro de 2020

Concurso da Polícia Civil do Pará: 1495 vagas e banca contratada!

A Polícia Civil do Pará anunciou o resultado da concorrência pública nº 01/2019 cujo objetivo era a escolha da banca organizadora. A vencedora foi o Instituto AOCP e o edital deverá ser publicado em setembro ou outubro. O concurso PC PA pretende preencher 1.495 vagas para Delegado, Escrivão, Investigador e Papiloscopista. Todas as oportunidades possuem o ensino superior como pré-requisito.

Vale destacar que esse resultado ainda não é definitivo, uma vez que as licitantes poderão interpor recursos dessa decisão em até cinco dias úteis.

Conforme o edital da licitação, as empresas tiveram que enviar envelopes com a documentação habilitatória, proposta técnica e proposta de preços. O valor máximo de referência foi de R$ 6.769.334,21. A estimativa desse valor foi baseada no concurso PC PA de 2016, que teve um total de 42.183 candidatos inscritos.

A distribuição desses cargos ocorrerá da seguinte forma:
  • 265 vagas para Delegado;
  • 252 vagas para Escrivão;
  • 818 vagas para Investigador;
  • 160 vagas para Papiloscopista.

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

Google lança diploma em 6 meses e inicia concorrência com universidades

 

O gigante tecnológico Google decidiu criar uma série de diplomas mais curtos e mais baratos do que os oferecidos pelas universidades.

O programa é chamado de Certificado de Carreira do Google (Google Career Certificate, em inglês) e trata-se de um conjunto de cursos capazes de formar profissionais de alto nível em diversos setores tecnológicos – todos obviamente úteis para a empresa – sem a necessidade de cursar uma universidade. Todos com direito a diploma emitido pela própria empresa, além de um corpo docente alternativo.

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Nostalgias de quando a internet nem era tão popular

Se você é usuário raiz, provavelmente já usou algo que está nesta lista abaixo. Agora, se você nasceu depois de 2000, saiba como era antes:

O IBM PC, foi o computador que popularizou o termo "computador pessoal". Antes dele a pergunta era "pra que eu vou querer um computador em casa?". Agora a gente sabe a resposta.